Dicas de Viagem

Determinações para viagem de menores de idade

Viagem com crianças

Crianças com até 11 anos, 11 meses e 29 dias, somente podem viajar acompanhadas dos pais, avós, tios, tias, irmãos, todos maiores de 18 anos, comprovado documentalmente (com foto). No caso de a criança estar acompanhada por pessoa maior de idade sem parentesco, o embarque só é permitido com autorização dos pais ou responsáveis, conforme modelo formulário da portaria 129 ANTT. Caso não se enquadre em nenhuma dessas duas situações, a criança somente poderá viajar desacompanhada dos pais ou responsáveis com autorização do Juizado de Menores, verificado os documentos válidos para embarque.  Crianças com até 05 anos, 11 meses e 29 dias, têm direito ao transporte gratuito, desde que não ocupem assentos, sendo uma criança por responsável, conforme resolução da ANTT nº 1383. de 29 de março de 2006.

Viagem de adolescentes

Adolescentes de 12 (doze) anos completos até 17 anos, 11 meses e 29 dias, podem viajar sem acompanhante, desde que apresentem documento de identificação original com foto ou cópia autenticada por cartório, conforme documentos válidos para embarque

Documentos válidos para embarque

Para brasileiros maiores de idade e adolescentes entre 12 e 18 anos

  • Documento de identidade com foto, em via original ou cópia autenticada
  • Carteira de motorista com foto, em via original ou cópia autenticada
  • Carteira profissional ou de trabalho com foto, em via original
  • Passaporte com foto, em via original
  • Carteira de identidade profissional com foto, em via original ou cópia autenticada. Exemplos: carteira do CRM (médico), OAB (advogado), CREA (engenheiro), Policial, Juiz, Promotor, Escrivão e outros.
  • BO- Boletim de Ocorrência de autoridade policial, com até 30 (trinta) dias da emissão, em caso de perda de documentos

 Para crianças com até 11 anos, 11 meses e 29 dias.

  • Certidão de nascimento, em via original ou cópia autenticada por cartório.
  • Autorização do poder judiciário, em via original ou cópia autenticada por cartório.
  • Para o caso de viagem interestadual de crianças desacompanhadas dos responsáveis, além de ser imprescindível a apresentação da certidão de nascimento original ou cópia autenticada, também é necessário portar autorização expressa dos pais ou responsáveis por escrito, conforme ANTT Portaria nº 129 de 25/11/2016.

Embarque e desembarque de passageiros

Sempre que possível, adquira sua passagem com antecedência, principalmente se for viajar nas férias ou feriados prolongados.

Assim você garante sua poltrona para realizar uma viagem de qualidade. Tenha sempre à mão a sua passagem, pois é ela que vai garantir o seu embarque.

Evite os atropelos de última hora, chegando ao terminal de embarque com antecedência mínima de 30 minutos.

Ao desembarcar, lembre-se de verificar se não esqueceu nenhuma bagagem no ônibus.

Gratuidade e desconto para idoso

Benefício disponível nos ônibus CONVENCIONAIS

 Linhas INTERESTADUAIS e INTERNACIONAIS

 - As pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, têm direito ao benefício do desconto de 100% (cem porcento) em duas poltronas, que devem ser solicitadas com no mínimo de 3h (três horas) de antecedência em relação ao horário da viagem. As demais poltronas com desconto de 50% (cinquenta porcento) podem ser adquiridas com qualquer antecedência.

- O idoso deverá comparecer para embarque com 30 (trinta) minutos de antecedência em relação ao horário da viagem, sob pena de perda do benefício. O idoso deve apresentar no ato da solicitação, documento de identificação oficial e comprovante de renda, preferencialmente a carteira do idoso fornecido pelas prefeituras municipais.

- O idoso atendido com 50% (cinquenta porcento) de desconto, deverá arcar com os custos das taxas de embarque e pedágio.

Linhas INTERMUNICIPAIS:

 - As pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, têm direito ao benefício de gratuidade.

- O beneficiário deve solicitar um bilhete por viagem, com no mínimo 12h (doze horas) de antecedência do horário previsto de partida do veículo do ponto inicial da linha, podendo solicitar a emissão do bilhete de retorno.

- No dia da viagem, o beneficiário deverá comparecer na bilheteria para confirmação da reserva, em até 30 (trinta) minutos antes da hora de início da viagem, sob pena de cancelamento da reserva.

- O idoso deverá apresentar no ato da solicitação, documento de identificação oficial e comprovante de renda, preferencialmente a carteira de idoso fornecido pelas prefeituras.

- Consulte nossos agentes para solicitar o benefício nas linhas intermunicipais nos estados da Bahia e Ceará.

Jovem de baixa renda

Atendimento ao jovem de baixa renda:

Beneficiário: pessoa com idade entre 15 (quinze) e 29 (vinte e nove) anos que pertence a família com renda mensal de até dois salários mínimos, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Benefícios:

  • 2 poltronas gratuitas, 100% de desconto
  • 2 poltronas com 50% de desconto
  • Não estão incluídas no beneficio as tarifas de utilização dos terminais, de pedágio e as despesas com alimentação.

Permissão:

  • Linhas Interestaduais
  • Classe convencional
  • Sem poltronas definidas

Documentos necessários para o fornecimento:

  • Documento que comprova a condição de Jovem Baixa Renda, confome consta DECRETO Nº 8.537, DE 5 DE OUTUBRO DE 2015
  • Documento oficial com foto

Pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida

As poltronas 02 e 04 são adaptadas para utilização das pessoas com deficiência, conforme legislação vigente. Nos ônibus convencionais que operam em linhas INTERESTADUAIS e INTERNACIONAIS, as poltronas 02 e 04 ficam reservadas, e só podem ser vendidas com antecedência máxima de 2h59 em relação ao horário da viagem. Para solicitar o bilhete de passagem, a pessoa deverá apresentar um documento de identificação oficial e a carteira fornecida pelo Ministério dos Transportes. (Verificar sempre a data de validade).

Acompanhante de pessoa com deficiência

O benefício de acompanhante só será fornecido se constar a descrição “NECESSIDADE DE ACOMPANHANTE” na carteira de identificação da pessoa com deficiência e se o mesmo estiver cadastrado no Ministério dos Transportes. Caracterização da Reserva: O beneficiário do passe livre não poderá fazer reserva em mais de um horário para o mesmo dia e mesmo destino ou para horários e dias cuja realização da viagem se demonstre impraticável, e caracterize domínio de reserva de lugares, em detrimento de outros beneficiários. Nas linhas Intermunicipais consulte nossos agentes.

Transporte de animais

A Gontijo só transporta animais da FAUNA DOMÉSTICA, que são isentos de quaisquer tramitações junto ao Ibama. Exemplos: Gato, cachorro, coelho, hamster, canário-belga, periquito-australiano, pavão, peru, pato, ganso, porco-da-índia, pombo doméstico, cão-guia etc. Não poderá ser transportado o animal que por sua espécie, tamanho, ferocidade, peçonha ou saúde, comprometa a integridade e a segurança do veículo, de seus ocupantes ou terceiros. A empresa avaliará cada caso e será vetado o transporte daqueles animais que considerar inadequado.

É obrigatório por Lei Federal 11.126 de 27 de junho de 2005, o livre trânsito de cães-guias em estabelecimentos públicos ou privados. Portanto este procedimento não cabe a eles.

 A empresa só transporta animais de pequeno porte (dimensão), com até 8 kg, e nunca nos bagageiros, porta-embrulhos ou qualquer outro local diferente da poltrona ao lado, comprada pelo passageiro (dono) responsável. A empresa só autoriza o transporte de animais, desde que o tempo de viagem não exceda 24 horas.

Para transportar ANIMAIS DOMÉSTICOS é necessário proceder da seguinte maneira:

 - Comprar duas passagens, sendo uma para o passageiro responsável e a outra, impreterivelmente, a poltrona ao lado para o animal.

- Na ida e na volta ligar no 0800 728 0044, com no mínimo 3 (três) dias de antecedência à data da viagem, e informar os seguintes dados:

  • Data e horário da viagem
  • Número do bilhete de passagem
  • Número das poltronas
  • Nome e número da Identidade do passageiro e acompanhante
  • Dados do animal
  • Raça, porte, peso e idade
  • Atestado de saúde
  • Cartão de vacinas

 - O acondicionamento correto do animal pressupõe que ele esteja parcialmente sedado, confinado em caixa de transporte ou embalagem adequada e segura, assim como se deve manter o local conservado e higienizado.

- A embalagem deve ser forrada e vedada o suficiente para que os detritos provenientes do animal não sujem a poltrona.

- Recomenda-se que, nas paradas, o passageiro responsável pelo animal (dono), limpe a embalagem onde está o animal, para manter a condição de conservação adequada.

 Importante

Mesmo com todos os documentos em dia e autorizado pela empresa, o animal só embarcará se todos os passageiros concordarem, cabendo ao passageiro responsável pelo mesmo a sua destinação, sem ônus para a empresa transportadora.

 

Transporte de bagagem

No preço da passagem já está incluído o transporte de volumes no bagageiro e no porta-embrulhos, observando-se os seguintes limites de peso e dimensão:
• No bagageiro: o limite de peso é de trinta quilos e o volume não deve ultrapassar 300 decímetros cúbicos (0,3 metros cúbicos). A dimensão máxima permitida ao volume é 1 metro.
• No porta-embrulhos: o limite de peso é de cinco quilos, com dimensões que se adaptem ao porta-embrulhos, desde que não sejam comprometidos o conforto e a segurança dos clientes. Excedidos os limites acima, a empresa efetuará cobrança pelo excesso de bagagens.

Troca, devolução e remarcação de passagens

- A devolução ou troca de passagens só será efetuada se o cliente se manifestar com antecedência mínima de 3 (três) horas em relação ao horário da partida.

- Havendo a devolução prevista no "Anexo Único" da resolução 4432 de 22/09/2014, é facultado à permissionária reter até 5% (cinco por cento) da importância a ser restituída ao passageiro, a título de multa compensatória.

- O passageiro deve remarcar o bilhete adquirido observado o prazo de um 1 (ano) de validade do bilhete, a contar da data da primeira emissão.

- É facultado à transportadora efetuar a cobrança de até 20% (vinte por cento) do valor da tarifa a título de remarcação (em linhas interestaduais).